Análises de Água em Piscinas


Análises de Água em Piscinas


Análises de Água em Piscinas

A Elus Ensaios sempre atenta aos benefícios do controle de qualidade, está pronta para realizar as análises da águas nas Piscinas de utilização pública.


Balneabilidade é a referência de que um determinado local com água possa ser utilizado para banho e atividades esportivas, ou seja, é a qualidade da água que será utilizada em meios de recreação.


Portanto, a análise desta água é fundamental para garantir que a mesma esteja dentro das condições estipuladas pelas legislações.


A Elus Ensaios tem as soluções para o atendimento às legislações sanitárias vigentes, com preços compatíveis com o mercado, com qualidade diferenciada e atendimento personalizado, seguindo rigorosamente os padrões exigidos por protocolos nacionais e internacionais.


Com sistema de gestão da qualidade ISO/IEC 17025 e regulamentos do CGCRE/Inmetro, garantimos a qualidade de nossos serviços.


Assim, vimos disponibilizar toda a infraestrutura e tecnologia da Elus Ensaios, de modo a ser seu parceiro nesta prestação de serviços.


Conforme as exigências da legislação, as análises devem seguir os seguintes parâmetros:



Parâmetros microbiológicos:

  • Contagem de bactérias Heterotróficas;
  • Pesquisa de E. coli;
  • Pesquisa de Coliformes Totais;
  • Pesquisa de Staphylococcus aureus;
  • Pesquisa de Pseudomonas aeruginosa;
  • Contagem Bolores e Leveduras


Parâmetros Fisico-Químicos:

Agua Purificada: Devem ser realizados Testes Físico-químicos e Microbiológicos da Água Purificada, no mínimo mensalmente, dos seguintes parâmetros:


  • pH
  • Cor
  • Turbidez
  • Aspecto
  • Odor
  • Alcalinidade Total
  • Dureza Total
  • Cloro Residual Livre
  • Cloramina


Lei 9.975, de 20 de maio de 1998

Artigo 1.º - Aos administradores das piscinas de uso comum da população incumbe promover exames de controle bacteriano da água, no mínimo uma vez por mês, utilizando-se, sempre, mais de um organismo como indicador.


Artigo 2.º - É obrigatória a pesquisa de algas, leveduras e amebas de vida livre nas piscinas, duas vezes por ano, no mínimo.



Outras legislações:


  • Decreto Estadual nº 13.166/79
  • Lei Municipal nº 13.993/05
  • Lei Municipal nº 13.725/04 (cód. Sanitário)
  • Decreto Municipal nº 50.225/08
  • Portaria Municipal SMSG nº 562/04
  • Normas da ABNT sobre piscinas
  • NBR 9818/1987 - Projeto de execução de piscinas
  • NBR 10339/1988 -Projeto de execução de piscinas
  • NBR 10818/ 1989 - Qualidade de água de piscina
  • NBR 11238/1990 - Segurança e higiene de piscina
  • NBR 11887/2003 - Hipoclorito de calcio - Especificação


Realizamos coletas e temos um sistema de gestão da qualidade baseado na ISO 17025.

Temos um escopo amplo em diversas áreas, entre em contato para receber outras informações.